Dos milhares de dons que existem, um dos mais conhecidos é a aptidão musical, quer seja cantando, dançando ou tocando algum instrumento. No mundo competitivo das idols, não basta apenas cantar e dançar, é necessário ter diversos outros talentos e seguir rígidas normas de comportamentos.

Para um grupo de idols iniciantes, encontrar uma garota com um potencial talento pode ser a chave para o sucesso. A protagonista desse anime, sem querer, acaba encontrando um grupo de idols pouco conhecido que está em busca de reconhecimento artístico. O talento da Hanako para a coregrafia é impressionante, bastando ela olhar uma vez qualquer coreografia que a garota decora imediatamente. Não só isso, mas também consegue detectar falhas nas poses das outras garotas.

Após mostrar seus dotes artísticos, Hanako passou a ser vista como aquela que levará as “Ongaku Shoujo” (garotas musicais) ao topo. As personagens passaram a ter uma expectativa em alguém que elas conheceram a poucos minutos. Quando um sentimento de esperança surge nas personagens, é aí que vem a grande sacada do episódio, que é o fato da Hanako não saber cantar. Essa foi uma excelente quebra de expectativa no público. Se não me engano, é raro ver em animes de idols personagens que não saibam cantar. Será curioso saber como a protagonista se encaixará no grupo sem essa importante aptidão musical que é o canto. É provável que ela aprenda a cantar durante a exibição da série.

O primeiro episódio não se destaca muito, mas apresenta, de forma geral, o elenco principal. Apesar de parecer um anime de idol padrão, ele não chega a ser ruim. A estreia teve um bom ritmo, ou seja, nem enrola demais e nem é apressado demais. As cores do anime são alegres e vivas, além da presença de muito brilho, algo característico dos animes desse estilo.

A proposta não é inovadora dentro de seu gênero, mas consegue ser minimamente agradável para o seu público-alvo. As personagens parecem, a princípio, seguir clichês típicos, como a garota animada, a tímida e a mais séria. Como o elenco é grande, não deu para saber direito se as personagens terão ou não nuances de seus comportamentos, mas baseando-me apenas na estreia, ainda não deu para simpatizar com todas.

A animação é básica e as cenas de dança não fazem feio, embora haja a presença de quadro estático na curta apresentação do grupo de idols. A trilha sonora é funcional, se encaixando bem nas cenas em que ela é utilizada, tanto em momentos leves, quanto na parte final onde foi criada uma tensão momentos antes da apresentação da Hanako, entretanto ainda é cedo para saber quantas apresentações musicais as “Ongaku Shoujo” irão fazer ao longo do anime.

Obrigado a todos que leram este singelo artigo!

Discussão