Como foi mostrado no terceiro episódio, Michitaka, Kouta e Saneyasu têm um longo caminho a percorrer quando o assunto é aprender a tocar Koto. Mas por que será que estão se esforçando tanto? Qual é o objetivo deles ao tocar o instrumento?

Eles responderam à Hozuki que estão vendo que Kudou está se esforçando tanto que decidiram se esforçar também. Mas será que tanto empenho é o único motivo? Na verdade, eles conhecem toda a história que sonda Chika e seu avô e, sabendo disso, emocionaram-se o suficiente para encontrar um caminho ao lado de seu amigo.

Claro que Hozuki continuou com o pé atrás e super arredia o tempo todo, principalmente por saber que todos aqueles garotos são delinquentes que não ouvem qualquer um, e até mesmo o diretor tem consciência disso, mas ela está aprendendo aos poucos que a convivência não é tão ruim quanto imaginava.

O instrumento é super complicado de tocar à primeira vista, e os três meninos que chegaram agora já demonstraram dificuldades. Foi mostrado que, nos primeiros dias, eles tinham mais problemas que agora. Michitaka é gordinho e não consegue ficar ajoelhado durante muito tempo, Kouta é muito lento em algumas partes e Saneyasu tem problemas na concentração.

Eles começaram a treinar de verdade todos os dias na loja de Koto desta senhora.

Hozuki já começou com um regime espartano, mas já percebeu que Chika era o que mais sabia das notas de Koto que os outros, e isso tudo graças ao seu avô, que lhe ensinou, e até o incentivou a tocar algumas vezes. Inclusive, em uma vez que Kudou tocou o instrumento, o idoso foi logo contar à mulher que lhes atende hoje na loja de Koto sobre a experiência. Estava entusiasmado a ponto de emocioná-la.

E agora ela continua super emocionada com os meninos que ficam treinando nos instrumentos da loja pois não têm condições de comprar/levar para casa. Como eles começaram a treinar agora, seus dedos não estão calejados o suficiente, e o som não sai da maneira que deveria.

O avô de Kudou contando a ela com toda a sua animação sobre a desenvoltura do neto no Koto.

Porém, quando Kudou consegue tocar com excelência, ele entra em transe e não percebe. Foi impressionante a maneira com que ele moveu os seus dedos pelo Koto (embora eu não tenha enxergado, mas estou citando o semblante dos outros personagens enquanto ele seguia tocando).

Na hora, Chika nem percebeu, mas estava tocando muito bem. Parecia um profissional.

E, na hora do treinamento com todos tocando juntos, foi maravilhoso. Todos conseguiram unir suas partes musicais em uma só, embora tenham tido dificuldades da primeira vez. Claro que ficaram impressionados e começaram a festejar, e isso mostrou que o trabalho em equipe e os dias estafantes de treino valeram a pena.

Eles tiveram até um momento de paz, conseguindo levar a Hozuki junto, que da última vez nem queria comer nada com eles. Ela foi obrigada desta vez, mas percebeu que não foi tão ruim.

Com isso, o coração de Hozuki está começando a ficar mais calmo, e todo o treinamento rígido e comportamento rigoroso estão indo embora aos poucos. Por sua mãe tê-la tratado de maneira espartana por todos esses anos, normal que esses traços tenham ido parar nela.

Para falar a verdade, Hozuki não tinha fé nenhuma naqueles meninos, mas gostou de ter visto Kouta com um Koto logo cedo, e até mesmo perguntou o porquê de tanto esforço dele e de seus amigos.

Muito obrigada por ler este artigo até aqui, e nos vemos no próximo artigo! o/

    • Tamao-chan

      Olá!
      Tem muita gente deixando este anime escapar pelo radar, mas ainda bem que você conseguiu chegar a tempo para acompanhar semanalmente esta obra maravilhosa.
      Obrigada pelo comentário!

Comentários