Mais um episódio de aulas: cozinha e natação. Bem divertido e engraçado. Algumas partes deveriam ter sido mais exploradas, mas conseguiu compensá-las com uma excelente cena.

Basicamente, esse episódio tem o mesmo padrão do anterior: aulas para ganhar pontos, a diferença de tratamento das mães com seus filhos, Medhimama trapaceando e brigando com sua filha.

Ler o artigo →

Entre compras de equipamentos, banhos no onsen e muita falação, um episódio bem tedioso e bastante decepcionante.

O que seria da party sem as armaduras necessárias para se defender dos inimigos? Afinal, estamos num MMORPG de relacionamento, mas os monstros estão por toda parte.

Mamako, como toda mulher, vai querer experimentar todas as opções de vestes, ficar 72 horas escolhendo, para, no final, não comprar nada. Mas, pelo menos, dessa vez, ela comprou algo.

Ler o artigo →

Tsuujou Kougeki ga Zentai Kougeki de 2-kai Kougeki no Okaasan wa Suki desu ka? – a tradução você confere no artigo que escrevi sobre o primeiro volume da light novel – é, sem dúvidas, o isekai mais inusitado e divertido da temporada de Verão de 2019.

Por que eu digo isso? Quantos animes em que a mãe vai parar com o filho no outro mundo e lá eles vivem uma aventura você já viu? Esse vai ser o primeiro, aposto! Vai ser o primeiro para mim também! Okaa-san Online é o título que usaremos no artigo e, sem mais delongas, vamos à “peculiar” história de Mamako e seu Maa-kun! #motherpower

Ler o artigo →

Dez dias após o dia das mães – que neste ano coincidentemente foi no mesmo dia do aniversário da minha mãe – e aqui está meu “artigo especial” sobre uma narrativa em que as mães têm os holofotes!

Tsuujou Kougeki ga Zentai Kougeki de 2-kai Kougeki no Okaasan wa Suki desu ka? – a tradução você confere no título – é uma light novel de autoria de Dachima Inaka e ilustrações de Iida Pochi.

A série é lançada desde 2017 e até ganhou um prêmio importante que ajudou a expandir sua popularidade, assim trazendo à tona um tema que costuma ser bem explorado pela ficção, mas em aventura não é comum que seja o central: a relação de uma mãe com seu filho. Que belo tema a explorar, não acha?

Ler o artigo →