Homens musculosos lutando, máfia chinesa e animação ruim. O que poderia dar certo? Quase nada!

O estúdio responsável por Souten no Ken Re: Genesis é o mesmo responsável por Ajin e Sidonia no Kishi, ambos em CG, e eu devo dizer que vi os dois e o CG sempre me incomodou, inclusive ainda não vi a segunda temporada de Ajin exatamente pelo estilo de animação. E em Souten no Ken Re: Genesis é pior ainda, pois a maioria dos personagens são musculosos e isso fica muito feio em CG. A animação me dá uma impressão de estar jogando um jogo de PS2, até mesmo quando os personagens vão se enfrentar no fim do episódio parece haver uma introdução de jogo de luta, e isso é muito estranho.

É… MUITO ESTRANHO!

A motivação do homem de preto é clara, você entende a motivação de querer proteger a menina, mas não entende o porquê de ela precisar ser protegida, pois do modo que ele falou, ela precisa de proteção. Já os demais personagens são apenas um amontoado de músculos e não mostram nada demais.

Admito que segurei o riso em alguns momentos, mas na cena em que o provável protagonista está aniquilando aquela família mafiosa e dois deles se olham e há um ótimo diálogo “nossa, sua cabeça está estranha!” “aaaaah, a sua também!”; isso era para ser um momento tenso ou algo do tipo? Bom, não funcionou nem um pouco, aliás, não só fracassou, mas como deu o sentido oposto. O problema aqui é que não parece ser proposital, pois quando a comédia é proposital, tudo bem, o intuito é fazer você rir, mas aqui parece ser meio inconsciente.

A única parte realmente boa do episódio foi a trilha sonora que se faz presente em partes estratégicas do episódio para deixar as coisas um pouco menos imbecis em alguns momentos e para dar uma empolgação nos demais.

A verdade é que não se faz mais animes de brucutus cumo antigamente. Saudades animes de homens musculosos dos anos 1980, saudades…

Discussão