Comer é bom e animes como Isekai Nobu da Cidade Antiga de Aitheria reforçam essa minha opinião simplesmente porque são agradáveis enquanto mostram pratos que podem deixar você faminto ou com vontade de comer mesmo se você não estiver com fome. Já viram Isekai Shokudou? Se sim, então devem gostar desse aqui – os dois têm a mesma pegada – e é sobre ele que eu falarei agora.

Isekai Izakaya é um ONA – animação originalmente feita para a internet – e tem uma duração menor que o normal – 15 minutos – além de um quadro com pessoas reais dentro do próprio episódio e está sendo lançado no Brasil pela Crunchyroll com dois episódios saindo semana sim, semana não – você pode conferir a notícia que fala disso aqui. Apesar das características incomuns, o anime se trata de um simples slice of life que retrata o dia a dia de um Isakaya que serve comida para seres de outro mundo e, ao menos pelos dois primeiros episódios, não dá indícios de que será mais que isso.

Há dois termos recorrentes no anime cujo significado creio ser importante esclarecer para quem não souber. Primeiro, Izakayas são bares japoneses especializados em servir comida para acompanhar as bebidas que os clientes pedem – um tipo de estabelecimento tradicional no país. Segundo, o ale do qual eles tanto falam é um tipo de cerveja produzida utilizando cevada maltada – apesar de no anime usarem a palavra de uma forma mais genérica. Além disso, eu poderia comentar um pouco mais sobre as receitas apresentadas nesses primeiros episódios, mas o bloco Nobu Plus já faz mais ou menos isso usando pessoas e comida reais, então acho que falar mais sobre não se faz necessário.

Anime sobre comida sem esses momentos e uma garçonete fofa não é anime sobre comida!

A história acompanha o dono do Izakaya e cozinheiro chefe, Nobuyuki Yazakwa – ou simplesmente Nobu –, e sua simpática e fofa garçonete, Shinobu Senke; e por ter menos tempo do que um episódio normal a “gordura” presente, por exemplo, em Isekai Shokudou que era usada para aprofundar o personagem do dia ou algum dos personagens que trabalhavam no estabelecimento é cortada, passando um caso mais curto e que foca na maior parte do tempo nos clientes frequentando o local.

Isso é um problema? Talvez possa ser encarado como um, pois, uma história com um mínimo de complexidade se torna difícil de ser desenvolvida, mas a proposta não parece ser essa, parece que querem apenas proporcionar momentos agradáveis para quem gosta de ver gente comendo e se satisfazendo com isso, então fica difícil achar que isso é um ponto realmente negativo nesse anime. A presença constante de palavras fixadas ou saltando na tela já é algo que acho meio incômodo, porque é uma poluição visual que pode tornar a experiência de ver o anime um pouco desgastante.

Os comentários dos clientes sobre a comida são uma característica desse tipo de anime – o bom e velho food porn – e não faltam nesse, mas, até pelo tempo curto e abordagem mais direta, a carga de diálogos degustativos acaba sendo menor e mais fácil de lidar para quem não gosta muito deles. Ele tem metade do tempo de um episódio normal – até por isso deve focar apenas em um prato por vez – e o Nobu Plus, que é a sessão que em um primeiro momento achei que serviria para fazer a receita do episódio, mas tentar fazer algo diferente em cima disso – fazer outra receita ou ir atrás de locais que servem o tal prato –, o torna mais interessante para o telespectador por não ser tão previsível. Um ponto positivo para um trecho com pessoas – coisa que costuma causar estranheza em animes.

Isekai Izakaya: Koto Aitheria no Izakaya Nobu é um agradável slice of life em um mundo de fantasia – mesmo que em dois episódios não tenha mostrado nada fantástico, a história se passou toda nesse outro mundo – com uma abordagem mais simples e direcionada a proporcionar prazer momentâneo para quem assistir o anime esperando ver comida e pessoas tendo reações apaixonadas ao comê-la.

Repito, se você assistiu Isekai Shokudou e gostou esse anime é para você – mas até pelo formato e pela abordagem ele é mais simplório que o “irmão” –, se você viu e não gostou pode tentar ver um episódio – mas é provável que não goste – e se quer se aventura por animes onde a culinária tem um background de fantasia indico que dê uma chance e daí gostando veja o “irmão encorpado”. Se sua intenção for só ver pessoas comendo e sentindo prazer com isso – e nesse caso até batalhando com comida – Shokugeki no Souma: San no Sara é uma outra opção que indico muito dessa temporada, agora se for a cidade de Aitheria e quiser comer em um Izakaya que sirva comida de qualidade e tenha um ótimo serviço oferecido por uma amável garçonete você tem muito que ver esse anime!

Shinobu comendo e fazendo cara de felicidade não tem preço ❤!

Discussão