Dia de teste de navegação no oceano para Teko. Aprender a se localizar e guiar-se pela bússola. O exame resulta em mais um desafio para a garota. Para ser a parceira de mergulho de Pikari, ela precisa superar seus temores, entre eles o receio de não conseguir realizar sozinha as tarefas. Amanchu! Advance expõe novamente a batalha interior de Teko contra sua pouco sólida autoestima, o que faz notar a dependência que tem em relação a Pikari. O episódio 3 reforça que cada avanço de Futaba é sucedido por um recuo, por uma crise de insegurança. Ela é uma lutadora. O episódio ainda traz a sabedoria de Katori-sensei, que auxilia Teko a expandir a sua percepção sobre si mesma.

Segunda metade das férias de verão, acampamento de verão do clube de mergulho. Teko treina na areia para encarar a imensidão do oceano munida com uma bússola. A visibilidade na água é um dos fatores que aumenta a sua tensão. Mas ela sabe que precisa aprender a executar sozinha os procedimentos referentes à atividade de mergulho. Já no mar, Teko se tranquiliza ao ver Pikari. A amiga é o seu porto seguro. E também a guia que nunca abandona a sua mente. Cada ensinamento de Hikari é recordado por Futaba, principalmente no que concerne a reconhecer o território, coisas ao redor, concha, pedra etc. Quando Teko se vê sozinha no mar e  fica entre tentar encontrar o caminho de volta e abortar o teste, essas informações serão úteis. Assim como o medo de decepcionar Pikari. Nadando contra as marcas de ondulação na areia, Teko chega ao ponto de partida e reencontra os membros do clube de mergulho. A solidão de Teko no mar rende mais uma vez uma cena deslumbrante, com todo esplendor e assombro que a casa de Susanoo (deus do mar no Xintoísmo) pode provocar.

Teko tem que encarar o desafio sozinha. Rosto de muppet no momento da descoberta.

Vale dizer que durante o teste, Pikari observa Teko a distância. A sua decisão de não se aproximar era o melhor procedimento em casos em que o pânico parece paralisar alguém? Assistindo à falta de resolução inicial de Teko, Pikari não interfere, revelando-se apenas quando Futaba retorna ao ponto em que o grupo está. Pikari confia nas idiossincrasias manifestas em Teko para se superar. Mas o mar pode ser traiçoeiro. No mangá, Katori-sensei chama a atenção de Pikari para o fato de acompanhar de perto o teste de Teko. No episódio, essa cena não ocorre. Katori confia na decisão de Pikari, enquanto Pikari aposta na determinação de Teko. Amanchu! Advance reforça silenciosamente esses laços.

A vitória diurna no oceano, logo é superada pelo temor que o aspecto noturno no mar causa na jovem Futaba. Ao saber que os irmãos Ninomiya irão mergulhar à noite, ela é tomado pelo medo. Esse sentimento a faz se sentir mal, pois sabe que Pikari quer acompanhá-los. A metáfora traçada entre o breu do mar e a vida interior de Teko, usando a escuridão (o que pode causar hesitação nas ações) e o abismo (um buraco aberto pela angústia) para descrever as condições emocionais que a dominam, torna evidente a “montanha-russa” que são os sentimentos de Futaba. Uma conquista, um enlevo que a faz transbordar de alegria e reconfirmar a importância de Pikari em sua vida. Logo depois, um novo obstáculo, um drama que faz vir à tona suas fraquezas e que também reassegura o valor de Pikari em sua vida. A rapidez com que ela transita do prazer ao pavor colabora para que o passo dado a caminho do triunfo sobre seu retraimento constante não seja compreendido como conquista. Problemas de autoestima impedem que seja gerada a segurança necessária para criar uma constância que favoreça  nossas ações e sentimentos se consolidarem positivamente.

Teko fica envergonhada ao dizer que se sentiu como uma mergulhadora de verdade após o teste de navegação.

Mas Amanchu! Advance é uma comédia, de humor sutil, um slice of life que tem na cumplicidade crescente de duas garotas sua força. Então, a aflição de Futaba é atenuada quando Ai e Makoto mostram as ferramentas para tornar o mergulho noturno mais seguro e Teko explica que sem a luz do sol, pois a claridade deixa o cenário totalmente azul, a iluminação artificial (de lanternas) revela detalhes que de dia são impossíveis de se notar. À noite, as cores ficam mais vivas e o mar apresenta toda a sua beleza. No futuro, claro, o mergulho noturno as aguarda. Até lá, um passo de cada vez. Algo que deve vir sem que seja por obrigação, para evitar que o mar seja odiado (como a leitura quando transformada em um dever, o que leva a mais afastamento dos livros que a criação de leitores apaixonados). Hikari é o porto seguro de Futaba, porém, nem sempre suas palavras alcança a amiga.

Promessa de um mergulho noturno futuro.

Ainda insegura e triste, Teko revela a Katori-sensei a percepção que tem sobre sua vida, de como as coisas boas parecem sonhos e as suas fraquezas surgem como a realidade a sua frente. Katori merece uma distinção por ser uma professora com um timing perfeito para agir e fazer a reflexão tomar conta do espírito de seus alunos (além do conhecimento em relação aos pontos sensíveis do corpo, já que a massagem que faz nos pés de Teko diminui a tensão e a ajuda a relaxar). Katori provoca Teko para que a garota enxergue a inversão que comete ao entender que sua força não é a geradora dos eventos felizes que lhe ocorre, que parece sonho, e que e realidade de sua existência é a sua fraqueza, que torna tudo difícil e angustiante. “Coisas boas também são reais”, sentencia Katori. O passado não pode ser corrigido e não podemos mudar os outros. Mudar a si mesmo e o futuro é o que está ao nosso alcance, completa a sensei. Fica a esperança que Katori esteja mais presente nos próximos episódios.

A sabedoria de Katori-sensei.

Depois do colóquio com a professora, Teko está pronta para confessar suas fraquezas a Pikari, mas que pretende não se abalar por elas. Feita a declaração, Pikari retira o véu dos olhos de Teko. Todo esse tempo, o que Futaba tem feito é superar suas fraquezas. Tropeçar faz parte da vida, e Teko vem se mostrando uma batalhadora nesse sentido. Cair, levantar e se divertir. Pikari admira a coragem de Teko. E, mais uma vez, forja-se um elo para a amizade entre elas. Teko reconhece que todas as memórias que viveu com Pikari são verdadeiras e que em breve terá sua carteira de mergulhadora para que possam juntas desbravar os mistérios noturnos do mar.

O desejo manifesto de Teko é para Pikari o maior evento especial do verão. Assim, Amanchu! Advance entrega mais um episódio em que o apoio, a cumplicidade e a devoção reluzem, tornando a amizade o mais belo sentimento do mundo. Dias normais (e também extraordinários) na vida da profissional em diversão – Pikari – e na vida da especialista em diversão – Teko.

Discussão