Hyakkimaru grita de dor

Bom dia!

Primeiro editorial de março, o último mês da Temporada de Inverno/Janeiro de 2019. Os animes que terminam agora estão começando a entrar em seus arcos finais e toda a nossa atenção é atraída para eles.

Quais animes estão deixando você mais empolgado?

 

Kouya no Kotobuki Hikoutai

 

Pessoalmente, estou gostando muito dos animes que eu mesmo estou cobrindo aqui: Dororo, Magical Girl Spec-Ops Asuka, Kemurikusa, Kouya no Kotobuki Hikoutai e Kaze ga Tsuyoku Fuiteiru.

Dororo não vai terminar agora, e esfriou um pouco nos episódios 7 e 8, mas em compensação Kaze Fui, que vem desde a temporada passada, entrou com tudo na reta final. Se eu tivesse que escolher um desses para dizer qual me empolga mais, contudo, seria Kotobuki. Por ser um anime original espero um final fechado, o que já o coloca a frente de, por exemplo, Magical Girl Asuka, que pelo gênero normalmente seria meu preferido.

Além dos que estou escrevendo, também estou bastante empolgado com Gotoubun no Hanayome e The Promised Neverland. E você, quais animes está mais ansioso pelo final?

Em todo caso, esse artigo não é sobre a temporada atual, mas sobre a próxima. Já tenho visto alguns blogs publicarem guias e expectativas para a próxima temporada, e em breve há de ser o caso nos sites maiores, fique de olho.

A vida de um redator de um blog que escreve sobre animes de temporada fica consideravelmente mais complicada nas viradas de uma temporada para a outra. Precisamos planejar com antecedência quais animes cada redator irá cobrir ao mesmo tempo em que continuamos a escrever sobre os animes ainda em andamento, e no mês que vem será ainda mais corrido com resenhas dos animes que terminarem e primeiras impressões dos que começarem.

Antes de começar a correria de verdade, uma das primeiras coisas que costumo fazer é uma lista de animes importantes da próxima temporada que eu gostaria que acompanhássemos na próxima temporada com artigos de análise de episódio.

Chegou essa hora.

Note a terminologia que usei: “animes importantes“. Não estou falando dos que estou mais empolgado para a estreia ou dos que acho que serão melhores, mas dos que acho que serão mais relevantes por causa de sua popularidade, franquia, profissionais envolvidos, enfim, alguma coisa desse tipo.

Ou porque eu realmente acho que vai ser bom, se for algo que me pareça realmente promissor.

 

Realmente promissores

 

 

Eu posso estar cometendo erros de julgamento, e francamente, nessa categoria não é incomum errar. Mas tem dois animes originais que me chamaram bastante a atenção: Fairy GoneRobiHachi.

Fairy Gone (trailer) parece habitar a fronteira entre o sobrenatural e o mahou shoujo, como Claymore e Elfen Lied. Que o anime mais recente com o qual o comparei nesse aspecto seja de 12 anos atrás é um testemunho de como a monstruosidade e a fantasia foram relegados ao limbo enquanto a magia e o moe dominaram – quase certamente por causa de Madoka Magica, de 2012.

O enredo soa similar ao de Magical Girl Spec-Ops Asuka, que estamos assistindo agora, no sentido de que houve uma guerra no passado e agora criaturas mágicas (no caso, com poderes de fadas) estão à solta cometendo todo tipo de crime ou ação terrorista. Haverá algum tipo de conspiração por trás de tudo também?

Escrito por Ao Juumonji, autor de Hai to Gensou no Grimgar, é uma promessa para o dark fantasy também, e, nas mãos do estúdio P.A. Works, espero o tipo de arco de personagem de que o estúdio costuma ser capaz, fugindo dos estereótipos.

Se Fairy Gone está na minha lista porque promete ser pesado, RobiHachi (trailer) chegou aqui quase que pelo motivo oposto: promete ser uma grande comédia e aventura espacial.

Todo mundo gosta de histórias espaciais, não gosta? Não gosta … ? Será que sou só eu? Em todo caso, o que eu quero dizer é que temos poucos animes em cenário espacial. Menos ainda comédias. Space Dandy, quem ainda lembra?

Se achou Space Dandy bizarro demais para o seu gosto, saiba que não tem com o que se preocupar: Shinji Takamatsu é o diretor, e ele é praticamente um especialista em comédias, já tendo dirigido animes como Danshi Koukousei no Nichijou, alguns animes de Gintama, Grand Blue, do ano passado, Sakamoto Desu ga?, School Rumble … e eu poderia continuar e continuar. É um currículo extenso.

Não sei você, mas eu não gosto de passar nenhuma temporada sem uma boa comédia. O que é que eu vou assistir pra aliviar meu coração pesado depois de ver algo ferrado da cabeça em Fairy Gone? Isso aí, RobiHachi é o que eu vou assistir.

Continuando, além das minhas grandes apostas vêm todos aqueles animes que têm algo objetivo a seu favor. Começando pelas franquias esportivas famosas.

 

Franquias esportivas famosas

 

 

Animes esportivos são um gênero popular. Eu já disse algumas vezes e digo de novo, é difícil um anime esportivo me capturar a atenção, porque parte considerável desses animes executa uma forma de “esporte mágico” que me faz perder o interesse rápido.

Não é esse o caso de Ace of Diamond ou Mix. Não sei se vou assistir qualquer um deles, porém, são animes de beisebol e esse é um esporte que não importa o quê eu não consigo entender como funciona, e aí metade da graça vai embora, né?

Até hoje preciso terminar de assistir Battery. E talvez eu assista Hachigatsu no Cinderella Nine porque, admito, o character design das personagens me atraiu. Mas Cinderella Nine está longe de ser uma franquia famosa.

Ace of Diamond, por outro lado, foi uma sensação. A primeira temporada começou em 2013, quando eu mal estava começando a assistir animes por temporada, e a segunda é de 2016, quando o Anime21 já existia mas vivíamos tempos muito mais inocentes.

Agora, em 2019, eu sou um novo homem e, mesmo sem intenção de assistir (eu precisaria assistir mais de uma centena de episódios antes de abril!), reconheço que esse é sim um dos animes importantes da próxima temporada.

Mix é um caso parecido. É adaptação do mangá de mesmo nome que é um spin-off 26 anos no futuro de um dos mangás de beisebol mais famosos: Touch. Seu autor é ninguém menos do que Mitsuru Adachi, uma das lendas vivas do mangá. Mix é um anime importante.

Eu já mencionei nomes de mangakás, diretores e roteiristas, porque eles são parte do que torna esses animes importantes. Em alguns casos, porém, um nome é tão forte que ele sozinho, independente de contexto, é capaz de tornar um anime importante.

 

Nomes importantes

 

 

Esse é o caso de dois animes da próxima temporada: Carole & TuesdaySarazanmai, ambos dirigidos por diretores que dispensam apresentações – mas irei apresentá-los mesmo assim.

Carole & Tuesday (trailer) é um anime musical original de Shinichiro Watanabe, o gigante por trás de Cowboy Bebop, Sakamichi no Apollon, Samurai Champloo, entre outros.

Na história, duas garotas muito diferentes são reunidas pelo sonho de se tornarem músicas em um mundo em que a cultura passou a ser produzida em escala tão industrial que as pessoas se tornaram apenas consumidoras de obras criadas por inteligência artificial.

Quer assistir o autor de Cowboy Bebop contar uma história de coming of age em uma era de consumismo e produção cultural desumanizada? Eu quero.

Sarazanmai (trailer) é mais uma provocação de Kunihiko Ikuhara, o diretor de Utena, Mawaru Penguindrum e Yurikuma Arashi.

Um kappa rouba a alma de três adolescentes, transformando-os em kappas também, e diz que só irá devolver quando eles “se conectarem” e capturarem as almas dos “zumbis”.

Kappas roubam a alma (na verdade a shirikodama, que não é exatamente a alma) através do ânus das pessoas. Sim, pode ter certeza, esse é um anime sobre homossexualidade. E eu quase tenho certeza que eu não vou entender nada até acabar e alguém mais inteligente que eu me explicar.

Se Carole & Tuesday e Sarazanmai merecem essa distinção pelos seus criadores, há também aqueles animes que merecem pela força da marca.

 

A força da marca

 

 

Nessa categoria eu incluo Fruits Basket, Ultraman e Kimetsu no Yaiba.

Fruits Basket (trailer) foi um mangá famoso, ainda que não necessariamente um dos maiores da história do mangá shoujo. O que o torna importante é que já teve uma adaptação para anime, incompleta pois o mangá ainda estava em andamento, e agora terá uma nova adaptação, contando a história inteira.

O único risco é o anime ser curto demais para a história que tem para contar, mas não caindo nessa armadilha, tem tudo para encantar uma nova multidão de espectadores, quase duas décadas depois do anime anterior.

E eu adorei o novo character design, adaptado para os dias de hoje. Estou ansioso para assistir os altos e baixos da Tooru após ela ir viver com Kyon, Yuki e Shigure (mais velho, figura paterna) da família Souma, essa estranha família cujos membros se transformam em animais do horóscopo chinês caso abraçados pelo sexo oposto. Será possível quebrar a maldição?

Ultraman (trailer) é um dos pilares do tokusatsu, e terá um anime em 3D a partir de abril. Não sei ainda se será lançado episódio a episódio ou tudo de uma vez, como foi Devilman ano passado, porém. Tenho certeza, em todo caso, que é imperdível para fãs da franquia.

Kimetsu no Yaiba (trailer) é um pouco diferente dos outros dois, já que a marca forte aqui não é a dele, mas a da revista que o publica: a Shounen Jump. Independente da história ser boa ou não, podemos ter certeza que no mínimo será bem adaptado, pois esse tem sido o padrão das adaptações de animes de mangás da revista nos últimos anos.

Por fim, mas não menos importantes, as novas temporadas de animes já famosos.

 

Novas temporadas

 

 

Ace of Diamond poderia estar aqui também, não é? Mas confesso que eu meio que quis colocá-lo noutra categoria para ficar junto de Mix, o outro anime esportivo que me pareceu importante. Assim que os últimos animes importantes da temporada são as novas temporadas de One Punch ManAtaque dos Titãs.

One Punch Man (trailer) se mostrou uma excelente comédia cínica a respeito do gênero super-heróis, e eu adoro cinismo. Digo, gostei também da animação impecável e das boas lutas. Não sei se gostei tanto assim do Saitama, mas One Punch Man tem uma coleção de personagens secundários interessantes.

É claro que nem tudo são flores, e essa estreia vem acompanhada de receio pela troca de estúdio. Todo mundo que conhece um pouco tem certeza que o Madhouse é um estúdio capaz de entregar o nível de animação que algo como One Punch Man precisa, mas o J.C.Staff definitivamente não conta com tamanha confiança

E Ataque dos Titãs (trailer) é Ataque dos Titãs, um dos maiores fenômenos em anime da década. A terceira temporada teve uma proposta bem diferente das duas anteriores e foi recheada de grandes revelações, e agora assistiremos sua conclusão.

Mas nem tudo são flores para nós no Anime21 também…

 

Nessa temporada de janeiro contamos com nove redatores, eu incluso. Um deles passou a enfrentar problemas pessoais pouco antes da metade, e Kaguya-sama infelizmente está há semanas sem sair. Como prêmio de consolação, o Kondou, um dos nossos maiores leitores, está ajudando o Flávio a escrever sobre Index.

Eu listei aqui nesse artigo 11 animes, e eles são só os “importantes”, não estou levando em conta o tempo que cada redator terá, nem seus gostos pessoais, nem o quanto já possa estar carregado com outros artigos ou projetos ou com a própria vida pessoal fora do blog.

Há um bom tempo já que cobrimos entre 20 e 30 animes da temporada, no que eu me orgulho ser uma das maiores coberturas não só entre sites e blogs em português, mas em qualquer idioma que você pesquisar. É coisa pra caramba.

Mas não tenho tenho fé de que consigamos cobrir todos esses 11 animes, mais os animes que temos interesse pessoal, mais eventuais surpresas, mais os artigos de colunas, mais animes dessa temporada que irão continuar, mais outros artigos especiais … ufa! É muita coisa!

Precisamos de mais gente!

Precisamos de você.

 

Recrutamento Anime21

 

O Anime21 possui uma campanha permanente de recrutamento, e agora, a um mês da próxima temporada, é a melhor hora para você entrar no nosso time. E embora os animes sejam o meu pretexto para exaltá-lo mais uma vez a que se candidate, não cobrimos só animes.

Também precisamos de redatores sobre mangás, light novels, doramas, live actions, enfim, essas formas todas de histórias que vêm do Japão. Sinta-se livre para candidatar-se mesmo se não se sentir confortável para escrever sobre animes.

Não é preciso experiência anterior nenhuma. Somos todos voluntários, ninguém ganha nada, então isso realmente não é algo que eu possa cobrar. Só precisa saber escrever bem e em português.

Está interessado? Espero que depois de tudo isso sua resposta seja “sim”! Preencha o formulário abaixo e envie, por favor:

 

Campos obrigatórios


Campos opcionais



 

Comentários