Ah, quanto tempo! Demorei dias pra escrever aqui a resenha, escrevia e já parava depois de minutos escrevia só mais um pouquinho. Mas enfim, como tá no título, o anime é Nisekoi. Eu realmente não vi nenhuma recomendação do anime, só fui na sorte, até porque a maioria dos que já foram terminado e vejo foram recomendações. Não foi interessante, mas também não foi decepcionante, tá no meio termo ok.

Categorias/gênero: Comédia, Romance, Shounen, Harem. Totalizando, há 34 episódios (20 na primeira temporada e 12 na segunda) o anime é adaptação de mangá e também possui um jogo.

Ler o artigo →

Todos os anos a Shounen Jump lança vários one-shots em sua revista semanal. O objetivo disso é bem simples: achar uma obra que caia nas graças de seu público. Dentre essas várias tentativas nós temos algumas obras recebem um apoio maior após um one-shot empolgante ou por conta de outros fatores. E é nessa parte que entram os mangás dessa lista, pois eles receberam sua serialização e infelizmente foram cancelados prematuramente. Ah, se for de seu interesse temos a parte 2 bem aqui.

Ler o artigo →

Este com certeza foi o episódio menos interessante da jornada até então. Contudo, considerei o mais divertido, porque sou fraco para esse tipo de comédia boba lotada de fanservice e situações forçadas que em nada agregam a história de superação das heroínas, mas corroboram com o que é o romcom, ao menos um tão clichê como Bokuben.

Ainda há uma ou outra coisa legal a comentar, e eu farei isso agora. Mas, no geral, esse episódio teve a mesma utilidade que um de praia, faltaram só uns biquínis.

Ler o artigo →

Tokidoki é um one-shot escrito e ilustrado por Naoshi Komi, que é o mesmo autor de Nisekoi.

O one-shot foi lançado em 2016 na Jump GIGA, uma revista mensal que serve como apoio a Jump semanal, e conta a história de Hatsu Takagi, uma garota que tem uma grave e rara doença no coração, e Hato Ijima, que ao descobrir o problema se oferece para ajudá-la a aproveitar a vida enquanto pode.

Sim, se você tiver o coração fraco indico que leia ao menos com um lencinho a tiracolo, porque a história é de drama, mas também de slice of life e um pouco de romance – que sei que alegrará seu coração.

Ler o artigo →

Bokutachi wa Benkyou da Dekinai – Bokuben para os íntimos – é originalmente um mangá romcom – de comédia romântica – publicado na Weekly Shounen Jump de autoria de Taishi Tsutsui, que fez um mangá spin-off de Nisekoi. A obra foi escalando até o sucesso desde seu lançamento, e recebe anime na temporada de abril de 2019. Fique comigo e saiba quais minhas impressões desse episódio inicial!

Ler o artigo →

Gotoubun é a adaptação do mangá de mesmo nome (que geralmente você acha escrito como 5-toubun no Hanayome) produzida pelo estúdio Tezuka Production (Dagashi Kashi 2, Dororo – dessa temporada, etc). A obra contará com 12 episódios e os gêneros presentes na obra são: comédia, romance, harém. Quanto ao enredo, seguimos a história de Uesugi Fuutarou, um colegial que em determinado dia recebe uma oferta de emprego para ser professor particular de uma garota recebendo cinco vezes mais que o normal. O problema é que a história não foi bem contada e com alguns mal-entendidos no caminho, ele terá um grande desafio pela frente.

Ler o artigo →

Impressão minha ou essa temporada está cheia de continuações? Enésimas temporadas, novos spin-offs de franquias já estabelecidas, tem um monte disso. Tem bastante coisa legal que eu estou interessado em assistir, mas nada que esteja me deixando muito ansioso, creio. Em relação à temporada de inverno uma diferença notável: há poucos animes que se estenderão da temporada de inverno para a de primavera, enquanto da temporada de outono para a de inverno vários animes prosseguiram. Dos que eu acompanho, apenas Assassination Classroom e Sailor Moon Crystal irão continuar. Dos que eu sei que a Lidy está assistindo, Kuroko no Basket 3 acho que vai continuar também. E bem, tecnicamente Fate/Stay Night é uma “continuação” vinda diretamente da temporada de outono. Sidonia está em situação parecida mas teve um final mais definitivo, então até dá para forçar a barra um pouco e dizer que é uma nova temporada. E tenho impressão, não parei para contabilizar direito mas tenho a impressão, que exceto estúdios grandes (Toei e A-1) nenhum estúdio parece especialmente sobrecarregado essa temporada, enquanto na temporada de inverno o Diomedea e acho que mais um estavam com três animes cada. Como estúdio sobrecarregado quase sempre pesa na qualidade final de seus animes, isso é um bom sinal. Enfim, esse guia já está atrasado, saindo quase em cima da hora, então fico por aqui na introdução. O que você vai assistir?

Ler o artigo →