Finalmente chegamos ao último capítulo de Sword Oratoria, com uma batalha final digna de chefão de videogame. Algumas coisas foram explicadas, mas não do jeito que eu pensava. Mesmo assim, tivemos uma ótima temporada como um todo, cumprindo com minhas expectativas em diversos fatores e apresentando uma proposta que comprei desde o início.

Ler o artigo →

Finalmente chegamos ao andar onde apenas deuses chegaram, segundo o próprio anime: o andar 59. O episódio de hoje avançou bastante na expedição da família Loki e já ficamos de frente com um dos grandes inimigos da temporada. De qualquer forma, diria que o episódio foi focado na Dungeon em si, e por isso vou começar com ela.

Ler o artigo →

A grande expedição da Família Loki começou, e ela se mostrou bem mais importante do que eu havia imaginado. Quando Ais foi chamada para o andar 59, eu havia pensado que ela poderia ir sozinha e resolver tudo (o que não era tão difícil de acontecer), mas foi aí que a Família Loki decidiu ir junto. Foi então que eu pensei que só iriam os principais integrantes, mas estava errado novamente.

Ler o artigo →

O episódio anterior de Dungeon: Sword Oratoria terminou com a família Loki decidindo que iria para uma expedição até um dos andares mais profundos já vistos até então. Como todo bom anime, o episódio que comentarei abaixo não é a tal expedição importantíssima para a história, e sim um bem descontraído. Mesmo não focando na história central e enrolando um pouco, foi um episódio ótimo que me fez rir bastante. Inclusive acho que o anime precisava de algo desse tipo depois do último arco.

Ler o artigo →

Com a proposta de fazer uma temporada inteira tendo Ais como protagonista, Dungeon: Sword Oratoria está cumprindo muito bem seu papel, principalmente explorando um lado da personagem que até então não conhecíamos.

O episódio foi praticamente focado nela. Ais está passando por uma crise que a faz pensar não ser tão forte quanto deseja. É engraçado isso acontecer justamente com ela, por ser uma das melhores de sua guilda. Mesmo que isso sempre tenha existido, esse sentimento aumentou a partir da última luta com a assassina ruiva, e aparentemente não é só isso que a incomoda.

Ler o artigo →

Assim que foi resolvida uma parte do problema da história (já que Lefiya conseguiu passar de inútil para alguma coisa), o anime seguiu para uma trama mais complexa, sombria e inédita, já que nesse episódio não encontrei nenhuma referência da primeira temporada.

Com um desenvolvimento focado no mistério e na investigação, Dungeon: Sword Oratoria está tomando um rumo que não esperava, mas que já está se tornando intrigante. Muitas coisas aconteceram nesse episódio e tudo pode gerar muita discussão, então como diria Jack, o Estripador: Vamos por partes.

Ler o artigo →

O segundo episódio de Dungeon: Sword Oratoria serviu principalmente para mostrar o cotidiano da Família Loki, que protagoniza essa temporada. Podemos ter um pouco da ideia de como os personagens se relacionam quando não estão batalhando na Dungeon, além de reforçar a relação entre Lefiya e Ais.

É interessante como o anime criou o contraponto das duas personagens, fazendo com que o problema de uma seja a qualidade da outra: enquanto Lefiya não tem muita habilidade e experiência em batalhas, Ais é a melhor da equipe. Por outro lado, a elfa tenta ajudar a amiga como pode enquanto estão na superfície. Uma boa resolução que já rendeu boas cenas de comédia e um certo desenvolvimento de personalidade (sim, descobrimos que Ais também sorri), mas que me deixa curioso sobre como isso vai se resolver com a chegada dos inimigos.

Ler o artigo →