Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

O 2º episódio de Maid Dragon provou que o anime provavelmente continuará sendo bom e divertido. A KyoAni adora fazer animes divertidos com uma pitada de drama e aparentemente isso não será diferente em Maid Dragon. Tenho altas expectativas com este anime já que tanto o episódio 1 quanto o episódio 2 foram excelentes. Neste episódio, tivemos a apresentação de uma nova personagem, mais “informações” sobre os dragões em si e o famigerado drama.

O episódio 2 se iniciou com Kobayashi e Tooru indo fazer compras para o almoço. Elas vão até uma espécie de feira ao ar livre e é notável ver como Tooru conseguiu se tornar uma pessoa amigável com os seres humanos. No episódio anterior, vimos que a Tooru possuía um certo complexo de superioridade em comparação aos humanos, além disso, ela também aparentou não gostar muito deles. Entretanto, como eu disse acima, Tooru conseguiu criar uma relação amigável com os humanos daquela feira, seu argumento é: “Eles apenas me trataram gentilmente, então fiz o mesmo”, dando a entender que gentileza realmente gera gentileza, até mesmo se você for um dragão raivoso.

Nesta mesma feira, Tooru para um bandido que havia roubado a bolsa de uma mulher. É interessante ver que até mesmo em sua forma “humana”, ela consegue ser muito forte e muito rápida, sendo capaz de destruir o chão com um simples impulso para frente.

Após os acontecimentos da feira, a nova menina dragão aparece na casa de Kobayashi. Essa menina é uma criança e se chama Kanna. Por conta de uma pegadinha, ela foi expulsa do mungo mágico, mas aparentemente esse não é único, pois ela também estava procurando Tooru.

Após um pequeno “desabafo” de Kanna, Kobayashi pergunta se ela não quer morar junto dela e Tooru, mas a garotinha não confia em seres humanos e ficou meio relutante com isso. Na verdade, isso é bastante normal, pois além de ser uma criança, ela é de uma espécie totalmente diferente da raça humana, e também tem o fato dela vir de um mundo que está em guerra constante. Contudo, no fim, ela acaba aceitando o convite de Kobayashi.

Kanna é uma criança e logo ela se chateia com tudo, e mesmo ela sendo um dragão, o fato dela ser uma criança não muda isso. Junto de Tooru, Kanna consegue arrastar Kobayashi para fora do Japão para que as três pudessem brincar. Na verdade, elas vão para um local no meio do nada e tentam se matar, que no caso, elas dizem ser uma brincadeira. Afinal, quem nunca brincou de lutinha na infância? Eu nunca.

Agora que a garotinha passou a morar junto de Kobayashi e Tooru, ela precisa aprender como funciona o mundo humano em si. Então, a nossa já conhecida maid dragon se oferece para ensinar as regras da sociedade humana para Kanna e a duas vão fazer um passeio pela cidade.

Em determinado momento desse passeio explicativo, as duas conversam sobre o mundo dos dragões etc. É revelado que Tooru fingiu sua própria morte e apenas alguns sabem que ela está viva. Como podemos ver no episódio, ela foi encontrada ferida por Kobayashi, sendo assim, creio que esse seja o maior motivo para ela fingir sua própria morte, pode ser que ela esteja fugindo de algo ou de alguém. Aliás, essa foi a parte dramática do episódio.

Para concluir o artigo, gostaria de dizer que o episódio foi excelente, a comédia estava com toda certeza acima de média e a animação se manteu em perfeito estado. Na cena dramática, por exemplo, uma leve e suave trilha sonora enfeitou o momento de aproximação das duas meninas dragão.

Aliás, perceberam que a fonte de energia da Kanna é a eletricidade? Será que cada dragão possui uma fonte de energia diferente? Qual seria a fonte de energia da Tooru? Amor?

Para finalizar, gostaria de dizer algo. É bastante óbvio que eu apenas fiz um resumo do episódio, eu não falei especificamente de cada cena, pois senão, esse artigo seria maior que um prédio de 20 andares. Contudo, dessa forma, deu para fazer alguns comentários e críticas em relação ao episódio. Espero que tenham gostado do artigo!

 

  1. Este episódio foi muito bom, só por ter a Tooru nele, já valeu o tempo gasto a ver o episódio. Gostei da forma como a Tooru se adaptou ao mundo humano, ela ainda se considera superior aos humanos, mas como os humanos a trataram bem, ela também passou a interagir bem com eles, como tu bem referist Nomichi, gentileza gera gentileza.
    A Tooru é muito Kawai, a maneira dela de mostrar agradecimento à sua mestre Kobayashi é muito bonito, mesmo as partes em que ela tenta servir a sua cauda cozinhada para a sua mestre, os dragões devem ser como a sardanisca, quando perder a cauda ela volta a crescer. Isso e a maneira como a própria Tooru afirma sem pudores que gosta da Kobayashi de forma sexual, são pormenores que deixam a personagem melhor, a mim não me faz diferença em nada que este anime tenha uma pitada de yuri.
    A apresentação da nova dragão, também foi muito boa, gostei de quando a Kanna afirmou que a Kobayashi era uma meretriz que tinha seduzido a Tooru, essa parte foi muito engraçada. Isso e a parte em que as três vão dar um passeio para um lugar bem longe, e a Kobayashi decide dar uma descansada e as dragões começa, a brincar, se aquilo é brincar, imagino como será as lutas a sério entre dragões, deve ser tipo um preludio para o fim dos tempos.
    Achei bem interessante o facto da Kanna ter sua fonte de poder na electricidade, imagino qual será a fonte de poder da Tooru. Este anime continua com uma animação muito boa, mesmo simples é rica em detalhes coisa que já se podia esperar da Kyoani, principalmente nos personagens, os olhos da Tooru são muito bonitos.
    Excelente artigo Nomichi.

Comentários