Este artigo é apenas uma breve introdução sem spoilers.

Death March kara Hajimaru Isekai Kyousoukyoku, ou apenas Death March como eu prefiro chamar, é a adaptação em anime de uma série de light novel de mesmo nome com autoria de Hiro Ainana (história) e Shri (arte), publicada desde 2014 e ainda em andamento no Japão. O anime conta com longos 12 episódios. A história segue Satoo, um programador de 29 anos de idade que está um tanto insatisfeito com a sua vida. Após um evento misterioso, ele é transportado para um mundo que se parece muito com os jogos que ele programava – e com a aparência que tinha aos 15 anos. Logo em seus primeiros minutos lá, ele acaba ganhando várias habilidades e se tornando extremamente poderoso. A história se desenrola a partir daí com ele explorando as cidades, conhecendo o mecanismo do mundo em questão, encontrando novas pessoas, derrotando vilões e aprendendo novas coisas, bem como magias, línguas, comportamentos e afins.

Algumas das muitas acompanhantes do protagonista.

Engana-se quem acha que Death March é um isekai repleto de batalhas, explorações de andares e afins. Ele nada mais é que um anime cotidiano em um mundo fantástico. Então, se você é do tipo de pessoa que gosta de animes cotidianos com um pouquinho de ação em um mundo fantástico, Death March é para você. Apesar claro, de eu não querer recomendá-lo a ninguém, há quem goste.

É um anime que pode muito bem servir para passar o tempo caso você tenha muito dele livre, garanto que ele é um bom incentivo para você socializar. E se você gosta de harém, certamente deve gostar das piadas de teor sexual das menininhas para com o protagonista, apesar claro, de que eu te aconselho a procurar um médico caso realmente ache essa parte divertida.

Satoo e Arisa (outra das muitas acompanhantes).

Death March trabalha muito bem o seu mundo, e tenta fazer o mesmo com seus personagens, dando histórias de desenvolvimento bem rasas para a maioria deles, fracassa nobremente, pelo menos tentou. Há promessas de uma coisa um pouco mais séria, mas o anime não chega neste ponto, talvez o material original faça, mas não deu tempo na sua adaptação animada.

  1. Eu adorei o anime Dech march só por causa que o protagonista é super poderoso e tem um harém de lolizinhas fofinhas que acho muito saudável e natural. foi assim em Ryuuo no oshigoto, Violet evergarden episódio 5 onde uma princesa se casa com 14 anos com seu noivo de 24 anos. A própria Violeta tinha 14 anos e tinha uma romance recíproco com seu major que tinha 30 anos, então o amor é mais importante que a idade e as convenções sociais e viva as lolizinhas fofinhas!

Discussão